O que é especismo?

Especismo é a ideia de que uma espécie, no caso a humana, não precisa levar em consideração os interesses de indivíduos de outras espécies e portanto tem o direito de explorá-los, escravizá-los e matá-los por considerá-los inferiores. É o especismo que permite a tranqüilidade de consciência quando o ser humano aprisiona, abusa e por fim mata os animais utilizados na sua alimentação e vestuário, quando tortura e mutila animais utilizados em experimentos científicos na maioria das vezes redundantes ou desnecessários, quando os aprisiona e viola psicologicamente para o seu entretenimento.

Coelhos são frequentemente utilizados para testes dermatológicos no desenvolvimento de novos produtos de limpeza e cosméticos.

Enquanto a sociedade trata os animais não-humanos como meros objetos, a ciência percebe que é cada vez mais difícil encontrar uma característica que distinga seres humanos de outros animais. E, mesmo assim, a espécie humana tortura e assassina todo ano diretamente, bilhões de animais que sentem dor, medo, ansiedade e toda uma gama de emoções que arrogantemente presumimos serem privilégio de humanos. É um verdadeiro massacre, um genocídio. Isso sem contar os outros milhões de animais que aniquilamos indiretamente, levando espécies inteiras à extinção, através da destruição e contaminação de seus hábitats. Mas talvez ainda pior que a morte, seja o destino das galinhas poedeiras e dos animais de laboratório, que passam suas breves vidas confinadas em espaços minúsculos e são sujeitadas a procedimentos cruéis e dolorosos.

A luta antiespecista é a luta pela libertação animal, para que nenhum animal tenha que sofrer ou morrer por mero capricho humano, para que os animais sejam tratados como os indivíduos únicos que são, que tenham sua liberdade respeitada. É a luta contra a opressão, contra o autoritarismo e a violência impostos sobre quem não reconhecemos como pessoa digna de direitos simplesmente por ser diferente.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *